Talvez uma das categorias que mais posterguem a aposentadoria seja a dos médicos. Fatores como intensa vida profissional que não permite pensar em aposentadoria ou desinteresse quanto à aposentadoria do INSS seja os motivos que levem muitos médicos à adiar o benefício.

Contudo, a falta de planejamento e o adiamento da aposentadoria podem comprometer a aposentadoria vantajosa que o médico espera ter no futuro.

Por isso separamos nesse post, 3 motivos para você médico começar a planejar a sua aposentadoria o quanto antes:

1) Esperar para se aposentar no caso do médico é perder dinheiro!

Como já comentamos aqui no blog a Reforma da Previdência mudou drasticamente os requisitos e a forma de cálculo da aposentadoria especial, que era a modalidade mais vantajosa para os médicos se aposentarem.

Com as novas regras vigentes desde 13/11/2019 essa aposentadoria não é mais tão interessante, pois exige idade mínima e a forma de cálculo não ajuda a ter um benefício vantajoso.

Contudo, muitos médicos já possuíam 25 anos de tempo especial em 13/11/2019 e podem se beneficiar da regra antiga, pois possuem o chamado “direito adquirido”.

Para se beneficiar da regra antiga é necessário fazer o requerimento de aposentadoria especial ao INSS, pois ao contrário do que muita gente fala por aí, no caso dos médicos ficar esperando para se aposentar significa perda de dinheiro.

E aí você deve estar se perguntar “Como assim perdendo dinheiro”?

Exemplo prático

Maria é médica e tem 30 anos de tempo especial. Maria já teria o direito de ter se aposentado há 5 anos, pois, sempre exerceu a medicina de forma insalubre, fato comprovado através dos laudos trazidos junto com a documentação.

Ela também sempre contribuiu sobre o teto do INSS.

Maria decidiu solicitar a aposentadoria em 01/03/2020 com as regras anteriores à Reforma, achando que receberia os atrasados de 5 anos, pois como dissemos Maria já tinha 30 anos em atividade especial, quando o necessário eram 25 anos.

Quando recebeu o benefício no valor do teto do INSS (R$ 6.101,00), percebeu que não teria direito as parcelas dos 5 anos de atrasados, pois o INSS somente paga o benefício na data do requerimento, independentemente se o médico já tinha preenchido os requisitos anteriormente.

Resumindo, Maria deixou de receber o benefício de aposentadoria por 5 anos e levando em consideração o teto atual do INSS de R$6.101,00, Maria deixou de ganhar R$366.060,00, sem contar os juros mensais que esse dinheiro aplicado poderia render!

Muita coisa não é mesmo?

Por isso a importância de não adiar a aposentadoria quando o médico já tiver completado os 25 anos de tempo especial, pois o tempo excedente não lhe trará atrasados!

2) Você já pode ter 25 anos de tempo de serviço especial!

Um dos maiores motivos de planejar a aposentaria é entender como o sistema previdenciário funciona. Com um especialista em Direito Previdenciário ao seu lado é possível adiantar seu benefício ou resgatar períodos que você nem sabia que poderiam ser utilizados na aposentadoria, pois apenas quem trabalha na área todos os dias consegue enxergar tais manejos.

Por exemplo, muitos médicos não contam o período de residência como tempo especial, o que é um erro, pois somente nesse período o médico consegue comprovar 2 ou até 3 anos de tempo especial, o que pode antecipar facilmente uma aposentadoria especial.

Viu? Planejando sua aposentadoria você consegue entender essas saídas e brechas e antecipar sua aposentadoria especial no INSS.

3) O INSS pode ser uma fonte de renda interessante

Já comentamos aqui no blog que o médico pode continuar trabalhando mesmo aposentado pelo INSS, o que é muito interessante financeiramente, pois o médico pode se aposentar recebendo um benefício no valor de R$ 6.101,00 caso tenha contribuído no teto durante sua vida profissional e continuar recebendo seus vencimentos com a medicina.

Sem falar que a aposentadoria especial do INSS é um benefício vitalício garantido pelo Governo Federal, reajustado pelo INPC e paga inclusive a parcela de 13º salário no valor da aposentadoria, ótimo não é mesmo?

E afinal como faço para planejar minha Aposentadoria?

Bom, a nossa dica é sempre buscar um advogado especialista no Direito Previdenciário, que assim como o médico que passa anos se especializando, pode entender o seu caso e buscar soluções para que você possa se aposentar se forma mais vantajosa possível.

Como especialistas no Direito Previdenciário, vemos diariamente muito médicos que não se planejam e acabam se aposentando de forma desvantajosa e sem o aproveitamento de todos os benefícios que a aposentadoria especial proporciona.

Apenas com o planejamento previdenciário o médico terá a análise cuidadosa feita por especialistas no Direito Previdenciário quanto as opções de aposentadoria ao seu dispor tanto no INSS como no Regime dos Servidores Públicos, simulando através de cálculos qual a melhor regra e manejos de tempo de contribuição e tendo a certeza assim que está optando pelo benefício mais vantajoso.

Além disso, tendo um especialista ao seu lado, toda a fase burocrática de busca de documentos e informações poderá ser amenizada, garantindo assim uma aposentadoria sem estresse para o médico.

Os Efeitos da Pandemia para o Servidor Federal
Brasileiro no Exterior – Você já Planejou sua Aposentadoria?

Inscreva-se para receber nossas novidades!

Área de Interesse

Últimas postagens

Quer saber mais sobre o seu direito previdenciário?

Tire suas dúvidas com a gente!

Menu