ATENÇÃO! Em decisão no dia 06/02/2020, o Supremo Tribunal Federal – STF, reafirmou a impossibilidade de aposentados pedirem a revisão do benefício da aposentadoria quando voltarem a trabalhar, porque não há previsão em lei.

Você começou a trabalhar muito cedo?

Após se aposentar resolveu continuar trabalhando e, contribuindo para o INSS?

Teve contribuições menores com a primeira aposentadoria e, após aposentado, aumentou o valor das suas contribuições?

Poder escolher a aposentadoria mais vantajosa, é sonho de todo o trabalhador brasileiro, que após 30/35 anos de contribuição, resolve se desligar do mercado de trabalho.

Há, porém, aqueles que mesmo após ter a concessão do benefício previdenciário e se tornarem aposentados, resolvem continuar trabalhando e, contribuindo para o INSS.

Tal fato cada vez mais comum no mercado de trabalho brasileiro, quer porque as pessoas estão se sentindo aptas para continuarem a trabalhar, quer pela necessidade que a vida financeira impõe, deverão estar atentos ao julgamento que será realizado na data de hoje (06/02) junto ao STF, pois, ele trata de um assunto importante aos aposentados, principalmente para aqueles que resolveram continuar trabalhando após aposentados.

Tal assunto trata da reaposentadoria que nada mais é que atingir requisitos, para poder se aposentar novamente, com as contribuições que são posteriores a primeira aposentadoria, diferente da desaposentação que soma as contribuições que havia formado o benefício previdenciário com as contribuições posteriores a aposentadoria.

Quer saber mais sobre a Reaposentadoria? Clique na imagem abaixo e faço o download gratuito do nosso eBook exclusivo!


Claro que, para efetuar tal pedido, é necessário primeiramente efetuar uma elaboração de cálculo das contribuições previdenciárias, posteriores a primeira aposentadoria, para saber se a mesma é mais vantajosa.

A desaposentação foi apreciada pelo STF e negada.

A reaposentadoria será julgada pelo STF na data de hoje, dia 06/02 (quinta-feira), e com ela abre-se a possibilidade de você que trabalhou e se aposentou cedo e, continuou contribuindo para o INSS após aposentado, possa melhorar sua aposentadoria, pois, muitas vezes a aposentadoria por idade acaba sendo mais vantajosa.

Há outros casos, como por exemplo, aquela pessoa que contribuiu para a primeira aposentadoria com contribuições mais baixas e após a aposentadoria passa para contribuições maiores.

Agora você se pergunta: posso renunciar um benefício previdenciário? Sim, você pode!

Porém, é importante ressaltar que no momento que você renunciou ao benefício previdenciário todas aquelas contribuições previdenciárias que faziam parte do seu benefício deixam de existir, e você não poderá utilizá-las para nada!

Continuaremos acompanhando o tema e traremos atualizações aqui no nosso Blog, fique atento!

Se você tiver alguma dúvida ou se quiser enviar uma sugestão/crítica ou elogio, envie uma mensagem para nós CLICANDO AQUI, que lhe responderemos em seguida.

Por que Planejar minha Aposentadoria?
Regras de Aposentadoria, qual é a melhor?

Inscreva-se para receber nossas novidades!

Área de Interesse

Últimas postagens

Quer saber mais sobre o seu direito previdenciário?

Tire suas dúvidas com a gente!

Menu